REDS

by JAH HELL KICK

/
  • Streaming + Download

     

1.
2.
3.
4.
5.
03:28
6.
7.
8.
9.
10.
11.
03:45

credits

released February 5, 2014

tags

license

all rights reserved

about

JAH HELL KICK São Paulo, Brazil

JHK é:
Jorel - Vocal
Alex - Guitarra
Felipe - Guitarra
Denis - Baixo
Rafael - Bateria

Videoclipe:
www.youtube.com/watch?v=hznwAIJ3K-c

contact / help

Contact JAH HELL KICK

Streaming and
Download help

Track Name: PUNHOS CERRADOS
Um desastre! Sem precedentes
Ocorre hoje, diante de nossos olhos
A rebeldia e inconformismo da juventude
Dissipando-se em futilidades

Como vermes, reais perdedores
Covardes que sempre fogem da luta
Mas esperança ainda vive
Nos punhos e corações socialistas

Não baixo a guarda!
Punhos cerrados, sonhos rubros
Não baixo a guarda!
Sigo em pé apesar de tudo
Não baixo a guarda!
Punhos cerrados por um novo mundo!

Idéias em rota de colisão
Palavras que perdem o sentido original
Uma afronta inadmissível
Canalhas falando em Socialismo

Em 89 foi proclamado o fim da história
O fim de um sonho
Pelos mesmos canalhas que sempre lucram
Com a miséria e mazelas deste sistema

Não baixo a guarda!
Punhos cerrados, sonhos rubros
Não baixo a guarda!
Sigo em pé apesar de tudo
Não baixo a guarda!
Punhos cerrados por um novo mundo!
Track Name: NÃO ESPERE POR ALGUÉM
Uma era, um tempo...
Completamente desfavorável, é o que eu posso dizer
Para todos aqueles que ainda isolados, resistem!
Um contra cem no ambiente propício, sendo otimista.
Um contra um milhão no território adverso, no mínimo!

Em seu lugar eu não teria o que temer
Estar a salvo, não deveria ser um privilégio.
Em outro lugar, distante!
Há ainda uma chance, outras pessoas, outros conceitos!

Não espere por alguém!
Não espere por ninguém!
Track Name: CONTRA O TEMPO
Antes que o tempo aos poucos
Dissolva todos os seus sonhos
Antes que perca a sua coragem
E se entregue ao cotidiano

A julgar por esta vida
de aparências e estereótipos
Contra tudo, contra todos
Contra si mesmo e o relógio

Antes! Antes!
Antes mesmo que o tempo
Antes! Antes!
Antes mesmo que dê tempo

Antes mesmo que o tempo
Consuma suas forças
E que força deste hábito
Te leve a letargia
Um conflito (existencial?) constante
Massa burra ou indivíduo
Que sabe, pensa e questiona
Ou apenas assiste, aceita e se anula
Track Name: BEM-VINDO AO INFERNO
Crenças estúpidas, charlatões e um povo humilde
Combinação perfeita pra manter todos na merda
Nunca me cansarei de blasfemar
La puta madre! Porco Dio! Mannaggia Gesu!!
Estes crentes malditos são um câncer nesta sociedade

Não há o que temer! Não haverá o que temer
Não temerei o inferno, pois nele, me encontro!

Religião, não importa qual, é algo nocivo!
Destruindo as bases de uma sociedade mais sensata
(e consequentemente mais solidária e igualitária)
Esta mentalidade deformada, anti-natural
Rabinos, pastores e padres
Sentirão o fio da foice

Não há o que temer! Não haverá o que temer!
Não temerei o inferno, pois, cá estamos!
Tente perceber
Bem-vindo ao inferno!
Track Name: ANOS DEPOIS
Caminhando apressado
Em meio ao caos da minha cidade
Muito raro se trombar alguém
Pois, são milhões, todos isolados

O que lhe salta aos olhos em meio à multidão
Mais uma ovelha negra e rosto então
Um sorriso amigo, um longo abraço
Lembranças, tempos memoráveis

10 anos depois!!! Anos que se vão, sonhos que ainda ficam
Em anos o que mudou? Ainda vejo a mesma coragem
10 anos depois!! Talvez ainda nos reste algum tempo
Não espere o amanha

Dentre tantos aquele que sempre disse não
Com brilho nos olhos, brio no coração
Aquela que personifica a coragem
E por vezes esteve em sentido contrário

Diferenças quase inconciliáveis
Com os mesmos sonhos inalcançáveis
Ideais de igualdade e justiça
Os unem agora mais que no passado

Anos, que nos dividem
Anos nos dividiram
Sonhos que nos unem. Que nos unem!
Track Name: PLAY FAST OR DIE
Play fast or die
Keep hardcore alive
Stay young till death

Play fast or die
Keeping hardcore alive
Even if just sometimes

PLAY FAST OR DIE!
Track Name: COMO UMA FLECHA
É bem fácil se esconder
Fingir que não é com você
Acovardar-se, omitir-se
E por seus filhos ser condenado

Mas aqueles que chamam pra si
A responsabilidade de não sucumbir
Levarão consigo a força
A inabalável convicção

Sem precisar me enveredar
Pelos caminhos do veneno
Eu sigo minha linha reta
Tal qual a uma flecha
Rasgando corações, dilacerando ilusões

Vejo o mundo caminhando
Passos largos, rumo ao caos
Dopado o homem avança
Com sangue alheio em suas mãos

Massificação da dor
Estupidez e ignorância
Seduzidos pelo veneno
Entorpecidos nem se dão conta
Track Name: PALAVRA DE HONRA
"Não disse Guerra Santa, disse Guerra de Classes..."

Que valor tem a ti
Seria bem óbvio, mas não é assim
Valores inversos, corrupção
Estagnação da mente

Que mal há em insistir
Falar a verdade e não se coagir
Causar um estrago e se for o caso
Ir às últimas consequências

Tens minha palavra

Que haveria de ruim?
Em ser honesto consigo e não mais se iludir
Ter mais cuidado por onde pisa
Estar mais atento às pessoas

O que o difere entre si?
É fácil notar pelo que cada um diz
Palavras com prazo de validade
Ou a virtude de se ter palavra

Tens minha palavra

"Se você separa um homem do que ele mais ama, o que faz é apagar nele o que tem de único. E se apaga nele o que tem de único, você apaga a dissidência. E se apaga a dissidência, mata a revolução. Revolução é dissidência!"
Track Name: PAGUE PRA VER
Deveria manter a calma, sob qualquer aspecto
Apesar de todos os insultos e a ofensa a inteligência
Porém, já, a esta altura, já lhe falta paciência
E o que sobra é a indignação, o estopim da violência

Pague pra ver
Ouse e pague pra ver
Pague pra ver
E sinta o fel

Nos jornais, rádios e TV, mídia em geral
Banalizam a violência e sexualidade
Socializam a estupidez
Privatizam as riquezas

E a noção de civilidade
Já lhe escapa por entre os dedos
E o que resulta desta equação
Quem é são? Quem é insano?

"Guerra contra os capitalistas!"
Track Name: CHAMAS DA MUDANÇA
Ocupações no campo
Greves que tomam fábricas
Derrubam latifúndios
Ruas que são tomadas
Polícias, políticos
Batidos, trucidados
Ricos agora temem
A guerra é deflagrada / Justiça enfim se faz

Mesmo com os ventos soprando contra
Haverão aqueles
Que manterão acesas
As chamas da mudança
Track Name: SAME WAY
The times are changing fast
And most of people too
But someone forgot to tell me
A long time ago
I´ve seen friends give up
Losing their hopes and dreams
Living a life full of lies and convenience

I can’t explain to you how I really feel
Times are changing but I’m still here
I still believe in all same things
Revolution starts here!

xxx

I’ll gotta keep it my way...
STRAIGHT EDGE!